Wenceslau Brás Pereira Gomes

Wenceslau Brás Pereira Gomes

Wenceslau Brás Pereira Gomes, nascido em Itajubá (MG), em 1868, e falecido na mesma cidade, em 1966, foi advogado, político e presidente da República, durante a Primeira Guerra Mundial.

Bacharelado pela Faculdade de Direito de São Paulo, iniciou sua carreira como promotor público, tendo sido iniciado maçom, através da Loja “Caridade Mocoquense”, de Mococa (SP), a 7 de março de 1896. Ingressando na política foi deputado por Minas Gerais e ocupou a Secretaria do Interior daquele Estado ; em 1908, assumiu a presidência do Estado, para completar o mandato 1906-1910.

Eleito, depois, deputado federal e líder da maioria, foi vice-presidente da República no governo do marechal Hermes e, em 1914, eleito presidente da República, encontrando o país conturbado pelo estado de sítio do governo anterior e pela eclosão da Grande Guerra. Inicialmente, ele mantinha a neutralidade brasileira na guerra, inclusive com o apoio do Grande Oriente do Brasil, cujo Grão-Mestre, o general e senador Lauro Sodré, lutava por essa neutralidade das nações não envolvidas num conflito, expondo suas idéias através de um manifesto, intitulado “Um Apelo Pro-Pace – Le Grand Orient di Brésil aux Puissances Maçonniques du Globe”, de 28 de agosto de 1914, o qual seria comentado no “Masonic Home Journal”, publicado em Louisville, nos Estados Unidos, em nota constante do número de abril de 1915.

Com a saída de Sodré, o novo Grão-Mestre, almirante Veríssimo José da Costa, passou a defender a entrada do Brasil na Grande Guerra, ao lado das nações amigas, em 1916. A 26 de outubro de 1917, depois de nota alemã, de 31 de janeiro, sobre o bloqueio submarino total do Atlântico e o posterior torpedeamento de diversos navios da Marinha Mercante Brasileira, Wenceslau reconheceu e proclamou o estado de guerra, integrando o Brasil no grupo dos aliados e enviando, ao campo de batalha, cruzadores, contratorpedeiros e dez aviadores do Corpo da Aviação Naval.

Nos últimos meses de seu governo, o país seria atingido pela epidemia de influenza, que passou à história como “gripe espanhola”.

O governo de Wenceslau Brás foi caracterizado pela austeridade e pela consolidação das dívidas brasileiras. Ao deixar o governo, ele se retirou, definitivamente, da vida pública.



Total de leitores: 453. Leitura diária: 1. Total de visitas: 2.950.940
mm

About Ivair Ximenes Lopes. Ivair Ximenes

Deixe seus Comentários

Seu comentário é muito importante. Com ele tomamos iniciativas úteis.