O Selo de Salomão

O Selo de Salomão ou o Escudo de David é uma figura hexagonal composta por dois triângulos entrelaçados, formando assim os contornos de estrela de seis pontas. Sobre ele foi inscrito um dos nomes sagrados de Deus, de cuja inscrição se opunha principalmente para derivar os seus poderes talismã.

Esses poderes foram muito extensos, pois se acreditava que iria extinguir o fogo, prevenir feridas no conflito, e realizar muitas outras maravilhas. Os judeus chamavam o Escudo de David, em referência à proteção que deu a seus possuidores. Mas para os outros orientalistas foi mais familiarmente conhecida como Selo de Salomão.

Ele foi estimado, antes, como um grande mago do que como um grande monarca, e pelo selo que ele usou em que este selo talismã foi gravado, ele deve ter realizado as ações mais extraordinárias, e por ele ter se alistado no seu serviço os trabalhos dos gênios para a construção de seu templo célebre.

De todos os talismãs, não há ninguém, exceto, talvez, a cruz, que era tão prevalente em geral entre os antigos como este Selo de Salomão ou Estrela de David.

Os triângulos entrelaçados ou Selo de Salomão pode ser considerado, por excelência, por mérito, o talismã Grande Oriental.

Com o tempo, com o progresso da nova religião, ela deixou de ser investido com uma reputação mágica, embora os filósofos herméticos do Oriente Médio Idade fez empregá-lo como um de seus símbolos místicos, mas é verdade a teoria de que as superstições podem ser repudiadas, mas nunca será esquecido, ele foi adotado pelos cristãos como um dos emblemas de sua fé, mas com interpretações diferentes.

Os dois triângulos foram ditas, por vezes, ser símbolos de fogo e água, às vezes de oração e de remissão, por vezes, de criação e da redenção, ou da vida e da morte, ou da ressurreição e o julgamento. Mas afinal os ecclesiologists parecem ter resolvido na ideia de que a figura deve ser considerada como representando as duas naturezas de nosso Senhor, Sua Divina e sua natureza humana.

– Fonte: Enciclopédia Mackey de Maçonaria

 

A ESTRELA DE DAVI

 estrela de Davi (chamada de Escudo de David), é um símbolo real, um selo de realeza representativo do reinado de David.
estrela de Davi (chamada de Escudo de David), é um símbolo real, um selo de realeza representativo do reinado de David.

A estrela de Davi (chamada de Escudo de David), é um símbolo real, um selo de realeza representativo do reinado de David.

O nome David em hebraico é composto de três letras na segunte orderm: Dálet-Vav. Dálet. No hebraico antigo, a letra Dálet tinha a forma semelhante a um triângulo com vértice para cima.

 

 

 

 

 

 

 

O HEXAGRAMA

O hexagrama é formado unindo–se o Triângulo da Água com o Triângulo do Fogo, formando a estrela de seis pontas, também conhecida como Selo de Salomão. Esse símbolo é uma imitação da Estrela de Davi, o símbolo nacional de Israel, o povo escolhido de Deus. A diferença é que esse selo ocultista é formado por dois triângulos entrelaçados, enquanto que, na Estrela de Davi, um triângulo sobrepõe o outro.
O hexagrama é formado unindo–se o Triângulo da Água com o Triângulo do Fogo, formando a estrela de seis pontas, também conhecida como Selo de Salomão. Esse símbolo é uma imitação da Estrela de Davi, o símbolo nacional de Israel, o povo escolhido de Deus. A diferença é que esse selo ocultista é formado por dois triângulos entrelaçados, enquanto que, na Estrela de Davi, um triângulo sobrepõe o outro.

 O hexagrama é formado unindo-se o Triângulo da Água com o Triângulo do Fogo, formando a estrela de seis pontas, também conhecida como Selo de Salomão. Esse símbolo é uma imitação da Estrela de Davi, o símbolo nacional de Israel, o povo escolhido de Deus. A diferença é que esse selo ocultista é formado por dois triângulos entrelaçados, enquanto que, na Estrela de Davi, um triângulo sobrepõe o outro

Albert G. Mackey oferece-nos a explicação ocultista em seu livro, The Symbolism of Freemasonry [O Simbolismo da Maçonaria, pg 195, 1869]. O triângulo voltado para baixo “é o símbolo feminino que corresponde ao ‘yoni’ e o triângulo voltado para cima é o homem, o ‘linga’. Quando os dois triângulos estão entrelaçados, representa a união das forças ativa e passiva na natureza; representa os elementos masculino e feminino.” [A mesma explicação aparece em Did You Know? Vignettes in Masonry From a Royal Arch Mason Magazine, Missouri Lodge of Research, 1965, pg 132, Wes Cook, editor] [Nota do tradutor: Linga e Yoni são representações estilizadas dos órgãos genitais masculino e feminino, respectivamente, em diversos emblemas e amuletos. São considerados símbolos do poder genésico e adorados no hinduísmo.]

Lei mais  http://bit.ly/19u9Jqc 

 



Total de leitores: 6.900. Leitura diária: 1. Total de visitas: 2.964.648
mm

About Ivair Ximenes Lopes. Ivair Ximenes

Deixe seus Comentários

Seu comentário é muito importante. Com ele tomamos iniciativas úteis.


Deixe seus Comentários (rede social)