Oliver Cromwell

Oliver Cromwell

Oliver Cromwell Nascido em Huntingdon, próximo a Cambridge, no dia 25 de abril de 1599, Oliver Cromwell era descendente de uma família de pequenos proprietários de terra. Opôs-se ao rei Carlos I no Parlamento, onde esteve a partir de 1629, tornando-se um grande líder nos acontecimentos que levaram à Guerra Civil que durou de 1642 a 1648. Uma comissão especial, da qual era membro, processou e condenou o rei à morte.

Oliver Cromwell
Estadista inglês (25/4/1599-3/9/1658). Nasce em Huntingdon, filho de um proprietário rural, e recebe educação muito religiosa. Elege-se para o Parlamento em 1628, destacando-se pelos ataques à hierarquia da Igreja Anglicana

Cromwell, Oliver (1599 – 1658)

Político, general e líder puritano, Cromwell reprimiu várias revoltas na Irlanda, mas soube ser compreensivo com os rebeldes escoceses, a quem também derrotou em 1649. As diferenças entre o Parlamento e o exército levaram Cromwell a fechar o Parlamento, passando a administrador da Inglaterra, Escócia e Irlanda entre 1653 e 1658, dentro de um sistema ditatorial. Sua política interna caracterizou-se pela tolerância religiosa e pelas inúmeras reformas administrativas. Com o respaldo da marinha e do exército, Cromwell usou sua política externa como suporte para a colonização e para o comércio inglês.

Em 1629, o rei Carlos I dissolve o Parlamento e implanta um governo absolutista que dura 11 anos. Quando estoura a primeira guerra civil entre as forças monárquicas e o Parlamento (1642-1646), Cromwell lidera a ala radical dos opositores do rei, sobressaindo como organizador militar.

Em 1645 marcha sobre Londres para persuadir Carlos I a aceitar um governo regido pela Constituição. Não há acordo e uma nova guerra civil acontece, terminando com a execução do rei em 1649. A Inglaterra torna-se uma república e Cromwell, presidente do Conselho de Estado, braço executivo do Parlamento.

Em 1653, um golpe de Estado dissolve o Parlamento e concentra os poderes nas mãos de Cromwell, que tem o título de Lord Protector. Na política externa, obtém vitórias militares que reforçam o poderio inglês. Internamente, adota medidas de abertura do comércio e fortalece o puritanismo, mas atua com tolerância religiosa, exemplificada pela readmissão dos judeus no Reino Unido.

Morre em Londres e é enterrado na Abadia de Westminster. É sucedido pelo filho Richard, que governa até 1659. Depois da restauração da monarquia, em 1660, seus restos são transferidos para Tyburn, onde eram executados os criminosos.

pesquisa By Ximenes Lopes, to MS MAçom

http://blog.msmacom.com.br



Total de leitores: 334. Leitura diária: 1. Total de visitas: 2.913.524
mm

About Ivair Ximenes Lopes. Ivair Ximenes

Deixe seus Comentários

Seu comentário é muito importante. Com ele tomamos iniciativas úteis.


Deixe seus Comentários (rede social)