O Grande Oriente do Brasil – Paraná

O Grande Oriente do Brasil – Paraná

O Grande Oriente do Brasil – Paraná, federado ao Grande Oriente do Brasil, é uma instituição maçônica simbólica, regular, legal e legítima, fundada em 09 de Fevereiro de 1952 com o nome de Grande Oriente do Paraná e reinstalada em 24 de Junho de 1979 com o nome de Grande Oriente do Estado do Paraná. Atualmente tem a denominação de Grande Oriente do Brasil-Paraná, por força de Emenda Constitucional promulgada pela Assembléia Legislativa Maçônica em 24 de março de 2001. Congrega as Lojas maçônicas do Estado do Paraná, cujos representantes a subscrevem e tem sua sede na cidade de Curitiba, capital do Estado.

História do Paraná
O Paraná é um Estado brasileiro da região Sul, tendo os seguintes limites: São Paulo, ao Norte; o oceano Atlântico, a Leste; Santa Catarina, ao Sul; Mato Grosso do Sul, Paraguai e Argentina, a Oeste. O Estado possui uma extensão territorial de 199.554 Km² e uma população de aproximadamente 10.000.000 habitantes. Curitiba é sua Capital, com uma população de 1.500.000 habitantes, aproximadamente. A cidade de Curitiba desencadeou uma notável revolução urbana a partir do início dos anos 70. Num roteiro de contínuas conquistas, a cidade construiu sólido referencial de vanguarda para o Brasil e o mundo, exportando inúmeras soluções e um conceito essencial: o de que o homem é a medida de todas as coisas.

Início da Maçonaria no Paraná
É gloriosa a tradição maçônica no Paraná. Pouco tempo após a proclamação da Independência do Brasil (07 de Setembro de 1822), quando ainda a Comarca de Curitiba pertencia à Província de São Paulo, já se fundava em Paranaguá a Loja União Paranaguense (23 da Março de 1837) e em Curitiba era fundada a Loja Fraternidade Coritibana (01 de Abril de 1845) e em 15 de Junho de 1847, em Morretes surge a Loja Conciliação Morreteana.

Em 1851 foi fundada a Loja Philantrophia Guarapuavana no oriente de Guarapuava, oficina maçônica que já completou seu sesquicentenário e constitui-se na única loja com esta idade funcionando normalmente em seus dias atuais.
Em 29 de Agosto de 1853, pela Lei n.º 704, o Imperador D. Pedro II eleva a Comarca de Curitiba à categoria de Província, com o título de Província do Paraná. Então, a partir dessa data, como Unidade Territorial, surgiram outras Lojas Maçônicas, entre elas a Fraternidade Paranaguense, em 01 de Fevereiro de 1860, com o n.º 137 e desta surgiu a Loja Perseverança, fundada em 05 de Maio de 1864 sendo regularizada em 14 de Junho do mesmo ano. A “Loja Perseverança” foi a primeira instituição no Paraná a se empenhar na luta pela abolição da escravatura e pela libertação de escravos. Esta Loja permanece em plena atividade até os dias de hoje. A partir de então, muitas outras Lojas foram fundadas. Hoje, O Grande Oriente Brasil – Paraná conta com 99 Lojas maçônicas e cerca de 2.650 maçons ativos.

http://gob-pr.org.br/



Total de leitores: 278. Leitura diária: 1. Total de visitas: 2.971.250
mm

About Ivair Ximenes Lopes. Ivair Ximenes

Deixe seus Comentários

Seu comentário é muito importante. Com ele tomamos iniciativas úteis.


  1. Amados Ir.´. do GOB PR, vejam o que fizeram com os nosso rituais, hoje o REAA esta magro, desnutrido, anêmico, sem nenhuma energia, que saudade do acendimentos das velas, no L.´.L.´. e nas luzes da loja, do L.´.L.´. no Ocidente, levando a luz do G.´.A.´.D.´.U.´.as colunas do Norte e do Sul, haja visto : que o Delta já possui uma luz fortíssima não precisa de outra luz para clarear o Oriente.E poder dizer com certeza que tal IR.´. esta entre colunas, as colunas BJ dentro do templo. Do pali de aço para a abertura do L.´.L.´. Tiraram toda beleza da abertura e encerramento, ficou uma coisa mecânica sem graça nenhuma. Por favor, repensem no crime que foi cometido, e tenham a humildade de de voltar aos rituais de 1990 ou anteriores, esquçam as vaidades, impondo seus desejos, sem nenhum fundamento histórico e deslumbran-se por uma profana modernidade.

Deixe seus Comentários (rede social)