Laguna XV: Incerteza, incêndio e ataque paraguaio, Rio das cruzes

Laguna XV: Incerteza, incêndio e ataque paraguaio, Rio das cruzes

Continua a marcha. Temos o inimigo à frente Novo sacrifício de bagagens. Faltam os víveres. Incêndios e temporais. Escaramuças incessantes.

Retirada da laguna

A 12 de maio, ao romper d’alva, levantamos acampamento e, como de véspera, recomeçou a marcha por entre a macega alta. Longas voltas tivemos de dar para transpor o José Carlos, evitando alguns dos brejos profundos de onde lhe nascem as águas. Avançamos para o norte. Prometia-nos Lopes que, naquela mesma tarde, poderíamos acampar numa garganta funda, onde nada teríamos a temer dos paraguaios. Ao longe os víamos também a procurar passagem, mas como quem não mostrava conhecer, tanto quanto nós, o terreno por onde nos seguiam. Alentou-nos o dia todo a esperança de bom acampamento; demonstrava o nosso guia plena segurança, apontando-nos os fogos que os paraguaios haviam acendido em vários pontos e procurando demonstrar-nos que ainda desta vez não conseguiriam barrar-nos o caminho. Graças a ele conservávamos a dianteira embora estivéssemos a ponto de perdê-la

Macega Alta. Capim nativo da região.
Macega Alta. Capim nativo da região.

No momento em que o sol, já declinando, tornara-nos a marcha menos penosa, mandou o comandante da artilharia prevenir ao coronel que os animais atrelados aos canhões estavam exaustos, havendo-se mesmo deitado alguns. Nem eles nem o pequeno resto de rebanho, que ainda conservávamos, nada tinham podido comer ou beber desde a noite de 12. Tornou-se, pois, forçoso estacarmos.

Paramos; nada mais havia a fazer. Estabeleceu-se a coluna sobre pequeno cômoro, em parte coberto de mato à extremidade do qual havia uma fonte. Apenas ali nos instaláramos, começaram as lufadas de vento sul, que soprava rijo, a trazer-nos de longe o calor do fago que ao nosso encalço progredia no campo. Já Lopes, porém, pusera em movimento todo o pessoal, de que podia dispor, ordenando que a toda a pressa se cortasse a macega, em torno de nós, e apenas cortada fosse carregada o mais longe possível. Ele próprio, a tudo atendendo, providenciou para que os soldados vigorosamente a cobrissem de terra e a calcassem bem, o que se não pôde executar sem muito sofrimento e grandes esforços dos trabalhadores. Era para nós questão de vida e morte e as ordens do guia não representavam senão a expressão da mais rigorosa necessidade. Lopes, a grande personalidade para nós outros, nesta cena do incêndio da macega, dando ordens por toda a parte, multiplicando-se, projetando-se sobre a cortina de chamas, ou desaparecendo, em suas soluções de continuidade , não era uma figura de mera teatralidade. Sem ele nos perdêramos!

A não serem tantas precauções, a fumaça nos asfixiaria; depois, quando o fogo nos chegou, quando folhas e galhos, amontoados em torno de nosso refúgio, acabaram, apesar de todas as precauções, por inflamar-se, a seu turno, dali saíram imensas línguas de fogo que como nos lambiam, ora alçando-se ao céu, ora deprimidas pelas correntes de ar variáveis e rápidas, que as impeliam, silvando furiosamente por cima de nossas cabeças. Vários homens sofreram queimaduras profundas e um até caiu morto, asfixiado.

Afinal este inimigo, esgotado pela própria violência e não achando mais alimento perto de nós, começou a afastar-se, continuando o caminho para o norte.

Quando a nossa gente, extenuada e morrendo de sede, após esta luta acrescida à fadiga da marcha, correu à fonte vizinha do acampamento, ali já achou os paraguaios emboscados. Nada menos de duas companhias foram precisas para os desalojar.

Aos últimos clarões do dia vimos este destacamento que se formara a certa distância, juntar-se ao grosso dos esquadrões inimigos, que em boa ordem desfilavam, bandeiras desfraldadas, ao toque dos clarins, evidentemente para nos provocar e, apressando-se, ao que nos pareceu, em ocupar o local exatamente onde a princípio quisera Lopes acampar. Algumas balas que lhes despejamos vieram distender a animosidade dos nossos, exasperados pela sua cruel e covarde tentativa de queimar-nos vivos. Foi com verdadeira satisfação que verificamos quanto os nossos projetis aceleravam a marcha destes adversários odiosos.

Todavia a provação por que acabáramos de passar, naquele campo convertido em fornalha, era das que sobre o homem exercem irresistível ação física. A enorme elevação de temperatura, subitamente ocorrida, bastava para explicar o acabrunhamento em que caímos e o desfalecimento moral que se lhe seguiu. Não sabíamos, aliás, como seria possível avançar. Estavam os animais de tiro de nossos canhões esfalfados, sobretudo os bois mais ainda que as mulas; e incapazes de dar um passo. No entretanto era mais que urgente não perdermos um instante em recomeçar a marcha. Entre uma infinidade de razões não devíamos deixar tempo ao inimigo, que agora nos precedia para fortificar algum ponto à nossa frente, impedindo-nos a passagem. Sabe-se quanto os paraguaios são aptos em movimentos de terra, cavar fossos e levantar redutos. Vem-lhes a tradição dos seus mestres, os padres da Companhia de Jesus, que cultivavam todas as artes, sobretudo a arquitetura e a engenharia militar.

Este imenso perigo de nossa situação inspirou ao comandante a idéia imediata de ainda diminuir a bagagem para reforçar as juntas e parelhas das peças e carros manchegos.

Entendeu-se com os oficiais, a quem competia tal providência, e estes nada lhe objetaram.

Ficando reduzidos ao que sobre o corpo traziam, queimaram algumas últimas e míseras superfluidades, uma outra mala e barraca. Desde o combate de 8 nada mais tinham os soldados que carregar ou que perder; haviam atirado fora até os capotes que os embaraçavam, quando perseguiam os inimigos. As bestas, libertas da carga foram destinadas ao transporte do cartuchame

Para maior desgraça nossa tivemos, essa noite, uma chuva torrencial, verdadeiro dilúvio, que nos pôs atônitos, embora já houvéssemos experimentado outra, e terrível, e, desde pela manhã, lhe víssemos os prenúncios, o acúmulo de imensas nuvens bronzeadas, constantemente sulcadas pelos relâmpagos, por entre contínuo trovejar. Durante toda a noite mantiveram-se de pé os nossos soldados encostados às espingardas que haviam fincado no solo pela baioneta. Esta vigília assinala-se em nossas reminiscências não menos penosamente do que a de 5, entre tantos outros pousos desastrosos. É preciso haver alguém assistido, com a alma tomada de tristeza, a estas tremendas crises da natureza, para poder avaliar exatamente a extensão de sua influência sobre o organismo humano. Recursos não os tínhamos. Não havia em todo o acampamento uma só gota de álcool capaz de entreter o calor interno que nos fugia. O fogo, última esperança, não podíamos acendê-lo sob tamanho temporal.

Foi neste estado de universal desfalecimento que ainda nos veio acabrunhar a confirmação de quanto declarara o ferido paraguaio. Curupaiti e Humaitá resistiam sempre e a guerra estava longe do seu término.

Soubemo-lo por um número de Semanario, hebdomadário de Assunção, que acabava de ser encontrado sobre um inimigo morto numa escaramuça. Espalhou-se o boato, com a rapidez de propagação das más notícias, extinguindo as últimas centelhas da confiança e da coragem: foi-nos impossível marchar a 13.

No dia seguinte caía a chuva, ainda ao alvorecer, mas já um tanto mitigada, quando deixamos este inóspito acampamento para entrar em cerrada mata que o nosso guia, com grande sagacidade, julgara propício escolher. Ali caminhamos durante mais de duas horas e não sem muitas dificuldades. Assim evitávamos, porém, o desfiladeiro que os paraguaios ocupavam e onde, sem dúvida, supunham aniquilar-nos.

 cerrado de taquaris
cerrado de taquaris

Com razão mostrou-se Lopes desvanecido do êxito desta manobra. Havendo alguém indagado que rumo seguira, gostosamente pôs-se a rir: “O de minha cabeça.” Se via consultar a bússola, declarava que a agulha grande só servia para se fazerem bonitos desenhos destinados a divertir passeantes. Convenceram-no, contudo, que deixara o rumo norte e assim se atrasara: “Sim, momentaneamente, respondeu, nos desviamos para os campos da Pedra de Cal, que descobri e em 1864 o meu amigo, o general Leverger, viria visitar comigo, se não arrebentasse a guerra.”

Ao meio-dia estávamos em frente a um cerrado de taquaris, através do qual precisamos abrir caminho, a foice e a machadinha, o que muito tempo nos tomou, dada a dureza e a elasticidade desta espécie de bambu e também a má anualidade do aço de nossa ferramenta.

As duas horas ainda estávamos às voltas com este serviço. Nosso guia, sobretudo, mal podia sopitar a impaciência. De tempos a tempos ele próprio tentava varar o matagal, deitado sobre o pescoço da montaria, procurando entrever alguma aberta para o campo. Como não conseguisse, porém, víamo-lo voltar descontente, agitado, e com as roupas rasgadas.

Afinal dali saímos às três horas; às cinco, transposta a resistente barreira, continuou toda a coluna a caminhada, já ao descambar do dia, para um cômoro situado a um bom quarto de légua, e à base do qual belo arvoredo indicava a vizinhança de uma fonte.

Já lá se achava instalada avultada partida paraguaia, disposta a acampar. Tinham os cavaleiros descavalgado, embora ainda em forma. Bastaram duas granadas de nossas peças da vanguarda para que se apressassem em nos ceder o lugar. Ali nos estabelecemos tranqüilamente. Os nossos animais encontraram pasto regular e toda a água de que careciam.

Carneamos nesta tarde os bois mais cansados das carretas. Dada a insuficiência e a má qualidade dos víveres, foi uma distribuição quase irrisória.

A 15, ao romper da alva, estávamos numa planície coberta de macega, onde um incêndio, em outro mo­mento do dia seria de se recear. Objetou Lopes que a erva, embebida do orvalho noturno, só poderia arder depois de exposta, por algum tempo, aos raios solares. A partir deste dia adotamos a norma de, desde muito cedo, pôr a tropa em movimento, ativando, quanto possível, a primeira marcha.

Em vasta extensão oferecia o terreno a atravessar­mos uma série de montículos intervalados, com certa regularidade, por extensos pântanos de onde saem vá­rios afluentes do Apa. A passagem destes pauis torna­va-se difícil, com a chuva torrencial de 13, e ora a artilharia, ora algumas carretas, se atolavam. Estávamos a vencer um destes difíceis passos, no momento de trans­por uma destas sangas estreitas, quando patrulhas ini­migas, em número considerável, vieram dar-nos, não uma carga, mas realizar como que um reconhecimento bastante prolongado, a fim de nos fazer crer, talvez, que desejavam algum embate sério.

Logo, entretanto, formaram-se em colunas e retira­ram-se, o que tanto mais nos surpreendeu, quanto, por trás deles, divisáramos um enxame de atiradores que, dispostos em pequenos grupos, pareciam colimar a rare­fação de nossas fileiras para facilitar a tarefa da cava­laria, de que diversos destacamentos apareciam, prestes a entrar em fogo. Nestas circunstâncias não podíamos atacar a infantaria e tivemos de lhe suportar o fogo. Fe­lizmente era-lhe a pontaria má, afoita, incerta, como sempre notáramos entre os paraguaios.

Empregavam cartuchos por demais volumosos, produzindo grande recuo. Dir-se-ia que desejavam, sobre­tudo, fazer ruído com as armas e não obter um efeito útil. Certo é que lhes faltava suficiente aprendizagem e exercício.

images (1)Ainda desta vez pouco mal nos fizeram. Passaram suas balas por cima de nossas cabeças e só tivemos dois homens fora de combate. Apontávamos muito melhor; e várias vezes lhes perturbamos a formatura. Vimo-los, então, usar de manobra nova: deitavam-se ao abrigo dos acidentes do terreno, ao seu alcance; e destes esconderijos nos faziam fogo. Surgiam uma ou duas cabeças nas cristas dos pequenos cômoros e, imediatamente, se es­condiam, após alguns tiros disparados a esmo. Quase não respondemos a este fogo. Um pouco mais longe ha­via, no entanto, sobre um planalto bastante extenso, um grupo de cavaleiros, que faziam empinar os cavalos, sol­tando vivas ao Paraguai e ao marechal Lopez. Como se adiantasse ao alcance de nossa artilharia, atirou esta, retrocedendo o grupo lentamente. Um deles, porém, dei­xado de observação, imóvel sobre o cavalo, parecia afron­tar-nos. Atirou-lhe o major Cantuária tão certeira granada que, caindo às patas do cavalo, cobriu-o e ao ca­valeiro, de terra e depois, ricocheteando, até um bosque próximo, onde havia gente, explodiu com bastante efeito para que pudéssemos notar rebuliço. A custo conteve a sentinela a cavalgadura, mas não arredou do lugar e as­sim perdemos o gosto de sobre ela atirar.

Julgando o coronel que esta demonstração só podia atrasar-nos, ordenou que o 20.° batalhão atravessasse o brejo, e depois o resto da coluna, mas desde que reco­meçamos a marchar surgiram de todos os pontos da campina chamas que, conglobando-se, tomaram aterra­doras proporções.

Lopes que, durante toda a longa escaramuça, não conseguira disfarçar uma inquietação, que jamais lhe notáramos, reconquistou, então, toda a energia da de­cisão. Mandou imediatamente encostar a coluna a dois capões que, momentaneamente, nos preservaram das la­baredas laterais e depois fez com que se cortasse a ma­cega, numa área ainda maior do que na primeira vez, e onde tivemos que sofrer menos a aproximação do fogo, mas onde foi a fumaça muito mais terrível, devido à imensa extensão do campo.

Tem este gênero de incêndio feição toda especial e de que nem uma cidade inteiramente devorada pelo fogo poderia dar idéia. Cresça a distância de onde vêm as chamas tangidas pelo vento, que as domina, e mais for­marão elas, em todos os obstáculos encontrados, contra correntes espalhadas em todas as direções, animadas como de inextinguível furor. Do combate, que no ar tra­vam, saltam clarões ofuscantes, ardentias e deslumbra­mentos que cegam e abrasam a pele do rosto.

Um dos capões a que nos encostáramos compunha-se em grande parte desta espécie de bambus chamada ta­boca, cuja haste nos internódios é oca. Nelas produzia o fogo detonações semelhantes às do canhão: começamos a crer que a artilharia paraguaia tornara a entrar em linha. Pôs-se o velho Lopes a zombar: “Bem se vê que os senhores são novatos nesta terra.”

Pouco depois, como o vento amainasse e a atmosfera refrescasse um pouco, quisemos prosseguir a marcha; mas o sol, reverberado pelo terreno escaldante e calci­nado, tornou-a, durante o breve tempo em que a supor­tamos, uma provação que aos mais robustos arrancava involuntários gemidos. Não podiam os olhos conservar­-se abertos no abrasado ambiente que atravessávamos.



Total de leitores: 140. Leitura diária: 1. Total de visitas: 2.964.449
mm

About Ivair Ximenes Lopes. Ivair Ximenes

Deixe seus Comentários

Seu comentário é muito importante. Com ele tomamos iniciativas úteis.


Deixe seus Comentários (rede social)