Grande Oriente de Mato Grosso do SuL – GOMS

Grande Oriente de Mato Grosso do SuL – GOMS

Em 11 de outubro de 1977, após anos e anos de movimentos e levantamentos por parte de políticos, intelectuais e da população em geral, a Presidência da República, por ato constitutivo, criou o Estado de Mato Grosso do Sul, separando parte sul do território do Estado de Mato Grosso.

Com data definida para a emancipação estadual, as Lojas Maçônicas ligadas ao Grande Oriente do Estado de Mato Grosso (independente), manifestaram-se no sentido de criar uma potência maçônica para o novo estado.

Reuniram-se vários irmãos e no dia 13 de maio de 1978 traçaram diretivas, visando à fundação do GRANDE ORIENTE DE MATO GROSSO DO SUL.

Em 22 de maio do mesmo ano, foi remetida ao Grande Oriente do Estado de Mato Grosso (GOEMT), prancha assinada por irmãos representantes das lojas localizadas no território do novel estado, iniciando pelo ne varietur do saudoso irmão Waldomiro Venâncio, seguido por Clóvis Antônio Orsi, Daniel Assis Leal, Francisco José Barreto, João Pinto Pereira Neto, José Antônio Provenzano, Milton Malulei, Paulo Essir, Vicente Sarubbi, Walter Rodrigues, Willian Atallah, entre outros, todos se empenhando para que o sonho tornasse realidade.

Definida a criação da potência, todas as Lojas jurisdicionadas ao GOEMT realizam sessões especiais, em conjunto e por localidade, para que houvesse a manifestação de todos, no sentido de apoio, ou não, à nova idéia.

Em 03 de junho de 1978, o Soberano Irmão Nilson Constantino, Grão-Mestre do GOEMT designou o Irmão Waldomiro Venâncio como delegado especial, para coordenar os trabalhos de emancipação, o que foi levado a termo com a dedicação costumeira daquele pranteado irmão, sempre contando com o apoio indispensável de diversos outros irmãos, igualmente competentes.

Em 26 de dezembro de 1978, o delegado especial comunicou ao GOEMT, que todos os trabalhos de organização estavam concluídos e que oito Lojas já estavam decididas em participar. Do Oriente de Campo Grade as Lojas Acácia do Sul, Fraternidade e Segredo e União e Fraternidade VI; do Oriente de Corumbá, a Loja Estrela do Oriente; do Oriente de Miranda a Loja Cruzeiro do Sul; do Oriente de Paranaíba, a Loja Acácia Paranaibense; do Oriente de Três Lagoas a Loja Regente Feijó IV e do Oriente de Aparecida do Taboado a Loja Vale do Paraná, que posteriormente desistiu e solicitou filiação à Grande Loja Maçônica do Estado de Mato Grosso.

Em 11 outubro de 1977, o então Exmo. Sr. Presidente da República Ernesto Geisel, assinou a Lei que criava o Estado de Mato Grosso do Sul, o que foi um grande alento para a população que, há mais de cinqüenta anos, almejava. Em 01 de janeiro de 1979 instalava-se o Estado e suas administrações, na esfera do executivo, legislativo e judiciário.

No dia 11 de janeiro de 1979, o Ilustre Conselho do GOEMT aprovou parecer favorável à criação da nova potência e, ato contínuo, no dia 22, o Soberano Irmão Nilson Constantino, Grão-Mestre do GOEMT e presidente do Colégio de Grão-Mestres da Confederação Maçônica Brasileira (atualmente COMAB), oficializou, por Ato, a criação do GOMS, desligando as Lojas que passariam a fazer parte da nova potência.

Assim, ficou a data de 25 de janeiro de 1979 definitiva como a fundação do Grande Oriente de Mato Grosso do Sul. Em sessão solene, nas dependências da Câmara Municipal de Campo Grande, em 28 de abril do mesmo ano, ocorreu a Instalação da nova potência, após a filiação junto ao Colégio de Grão-Mestres da Confederação Maçônica Brasileira, hoje denominada Confederação Maçônica do Brasil, e posse da gestão eleita, sendo sufragada a administração capitaneada pelo Soberano Irmão Clóvis Antônio Orsi, como Grão-Mestre e o Sereníssimo Irmão Willian Atallah, como Grão-Mestre Adjunto. Nas funções de Grandes Secretários foram nomeados os Ilustríssimos Irmãos: Waldomiro Venâncio, para a Administração; Yoshiaru Noshe, para as Finanças; Vicente Sarubbi, para a Ritualística e Liturgia; Francisco José Barreto, para a Guarda dos Selos; Levi Faria de Oliveira, para a Assistência e Previdência; Paulo Essir, como Grande Procurador; Sérgio Martins Sobrinho, como Presidente do Tribunal de Justiça; Milton Malulei, como Presidennte do Tribunal Eleitoral e João Gonçalves Miguéis, como Presidente da Assembléia Legislativa. 32 anos passados e podemos dizer que somos orgulhosos de pertencer ao GOMS, que teve sob comando de irmãos sensíveis e inteligentes, que conduziram-no de forma justa, seguindo as regras básicas e imutáveis da ordem maçônica universal.

http://goms.org.br/



Total de leitores: 477. Leitura diária: 1. Total de visitas: 2.951.356
mm

About Ivair Ximenes Lopes. Ivair Ximenes

Deixe seus Comentários

Seu comentário é muito importante. Com ele tomamos iniciativas úteis.