Cidades Bíblicas: Betsaida

Cidades Bíblicas: Betsaida

Estudo de Paulo de Faria Magalhães
Trabalhos do Curso de Especialização Estudos Bíblicos da Faculdade Católica de Santa Catarina (FACASC), sob a orientação da Professora Silvia Togneri.

____________________

Betsaida sumiu?

A localização exata de Betsaida tornou-se motivo de muitas pesquisas arqueológicas nos últimos tempos, era certo que se localizava ao norte do Mar da Galiléia, porem esta região tinha posição estratégica, a saber: a existência de água durante todo o ano, cruzamento de antigas rotas comerciais, solo fértil, fatores que influenciaram o aparecimento de diversas aldeias em torno do Mar da Galiléia, quando os arqueólogos foram estudar descobriram muitas aldeias destruídas espalhadas na área,a duvida era qual é Betsaida? Conforme últimas escavações o lugar correto é Tel-Khirbet (The Tel).

Betsaida

Localização Geografica

Ao norte do Mar da Galiléia,1,5 Km da costa norte, no delta alto do rio Jordão a noroeste do local em que o rio Jordão desemboca no mar da Galiléia. com 30 metros acima do vale do Jordão, dista 4 Km de Carfanaum.Este sitio arqueológico possui aproximadamente 200.000 m².

Betsaida

No decorrer das escavações descobriram uma grande cidade Bíblica, anterior ao 2º Testamento, encontraram restos de um portão pertencente a Idade do Ferro (a partir de 1200 a.C), vestígios de um enorme palácio, era parte de uma cidade fortificada  Pelo seu tamanho e localização sugerem que esta foi a capital de Geshur, designada como Zer ou Zed. Tem-se uma cidade alta, o palácio do lado nordeste e uma cidade baixa.

A terra de Geshur, faz divisa ao território de Josué, algumas de suas cidades foram incorporadas a Israel (Js13,11-13), local da terceira esposa do rei Davi (2Sm3,3), Absalão após matar seu irmão mais velho encontra refúgio em Geshur(2Sm 13,37-38).

BetsaidaA cidade foi destruída pelos Assírios durante suas invasões para o norte de Israel, foi encontrada uma estela em basalto de um touro, quebrada em cinco partes num altar no lado interior do portão, parece representar GeshuriteBet divindade do H-Saida.

De acordo com o historiador e ex-comandante Judeu Romano Flávio Josefo(37 – 100 d.C?) Betsaida foi dada a Herodes Felipe em 30 a.C, sendo um dos filhos de Herodes o Grande e irmão de Herodes Antipas (que mandou decapitar João Batista) renomeou a cidade para Julia, em honra a filha de Cesar,ergueu aí um templo em honra a Livia, a mãe do imperador romano Tibério.

Além das edificações encontradas, foram reveladas outras coisas interessantes como esta moeda ao lado, do período romano (Moeda de Prata de Marcus Julius Philippus (“Philippus o árabe”), datado de 245 a.C. Ele era um imperador romano 244-248 a.C.) .

Na época romana a rua pavimentada de pedra na zona norte da cidade, lá encontramos a “Casa do Enólogo” (produtor de Vinho), descoberto também neste local uma adega. A entrada da casa fica no lado direito. A reconstrução da casa do Enólogo é ilustrada à direita. Esta casa possuía dois andares, com um grande pátio, e uma adega.  A casa é datada do período helenístico (323 -146 a.C.).

Betsaida

As escavações mostram outra casa, nomeada de “A casa do pescador”. Na casa os escavadores encontraram muitas ferramentas de pesca, tais como: pesos de chumbo para as redes; âncoras de ferro; ganchos de pesca. A reconstrução da casa do pescador é ilustrada à direita.
Esta casa tinha uma estrutura, com um grande pátio, salas de residência no lado do norte, e uma cozinha, no lado leste.   A casa é datada do período helenístico (323 -146 a.C).

Betsaida

A cidade

Os escavadores descobriram uma cidade que foi destruída pelos Assírios em torno de 800 a.C, apresentava um enorme portão, baseado num esquema de quatro câmaras, abaixo (à esquerda) encontra-se uma ilustração de reconstituição da cidade, a largura de seus muros era de 6 metros os pilares possuíam 2 metros a mais.

Betsaida

BetsaidaNa foto acima, à direita, temos uma visão interior do portão de 4 câmaras. Dois esteles na posição vertical nos dois lados do portão. Um altar de sacrifícios na parte sul da porta interior, o poço na parte inferior direita da foto, destina-se aos ossos dos animais.É uma estrutura de grandes pedra de Basalto, sendo reconstruídas com vigas de madeira até uma altura de 3 m.

O portão possui 520 m², é o maior portão já escavado na terra Santa (Dan = 500 m²; Megido = 420 m²; Dor = 420 m²; BeerSheba = 250e 220 m² e Ashdod 200 m²).

Lugar alto – foto à direita

Na parte interior do portão temos um lugar de sacrifícios chamado; “lugares altos”. Construído com pedra de Basalto de 1,6 x 2,1 metros, tendo dois degraus que levam ao topo. Uma bacia de50 x 60 cm de pedra foi encontrada em cima do altar, conforme aparece na foto abaixo,  perto do altar encontrou-se a estela com a figura de um touro (já citado e mostrado acima).

A estrada:

BetsaidaPavimentada no século 9 a.C. a estrada  de pedras foi utilizada até o século 4 d.C.
A estrada calçada se aproxima da cidade seguindo a muralha exterior .

Betsaida no 2º Testamento:

Na época de Jesus era uma vila de pescadores, é citada nos quatros Evangelhos e pelo historiador Romano Flávio Josefo, que foi enterrado lá.

Os apóstolos: Pedro; André e Filipe eram naturais de Betsaida.(Jo1,44), e lá Ele realizou alguns de seus mais conhecidos milagres.
Este fato faz alguns autores chamarem juntamente com as cidades de Carfanaum e Corazim “O triângulo Evangélico” tal a intensidade de milagres que Jesus fez na região.

Porém, o próprio Jesus as criticas devido à incredulidade de seus habitantes, conforme Mt 11,20-24 e Lc10,12 – 15.

Um dos milagres é da multiplicação dos pães, citados nos Evangelhos de: Lc 9,10-17; Mt 14,13 – 21; Mc  6,30 – 44 e Jo 6,1 – 13 . O único evangelho a citar Betsaida é o de Lucas, já Mateus e Marcos falam em lugar deserto, em João ele sobe a montanha. No mais (5 pães e 2 peixes ; 5000 homens) existe a concordância. Isto se deve ao fato dos contextos dos Evangelhos serem diferentes e as situações diversas em cada comunidade.

Em Mc 8,22 – 26, Jesus cura um cego em Betsaida, utilizando sua própria saliva nos olhos do cego. Passagem semelhante encontramos em Jo 9,6, mas não fala que é em Betsaida e, sim em Jerusalém, onde  Jesus, após ungir os olhos com saliva e barro, manda o cego lavar-se na piscina de Siloé. Na passagem descrita em Marcos 6,45- 51 em que Jesus anda sobre as águas e acalma o mar, refletindo acerca da fé dos discípulos, Jesus solicita que eles entrem no barco e sigam até Betsaida. Em Mateus 14,22 é o mesmo fato, porém, não é falado em Betsaida, e em Lucas 6,12 os discípulos estavam indo para Carfanaum. Mas isso não é o principal depende do contexto da comunidade e o objetivo do Evangelista, no fundo a mensagem é análoga.

Percebe-se no, entanto que Jesus e os discípulos viviam em torno daquela região e iam a Betsaida com bastante frequência.


Referências:



Total de leitores: 641. Leitura diária: 1. Total de visitas: 2.939.430
mm

About Ivair Ximenes Lopes. Ivair Ximenes

Deixe seus Comentários

Seu comentário é muito importante. Com ele tomamos iniciativas úteis.