Rei Carlos I

Carlos I, Rei da Inglaterra e Irlanda

Rei Carlos I
Carlos I de Inglaterra (em inglês: Charles I; 19 de novembro de 1600 – 30 de janeiro de 1649) foi rei da Inglaterra, da Escócia e da Irlanda desde 27 de Março de 1625, até à sua morte. Foi canonizado como santo mártir pela Igreja católica.

Carlos I, Rei da Inglaterra e Irlanda

Charles Dunfermline Stuart, o Carlos I, Rei da Inglaterra e Irlanda (1600 – 1649)

Monarca britânico (1625-1649) nascido no palácio de Dunfermline, na cidade escocesa de Fifeshire, cujo governo terminou com a queda da monarquia e a instauração do regime republicano de Cromwell. Segundo filho do rei Jaime I da Inglaterra e VIda Escócia e de Ana da Dinamarca, e herdeiro do trono inglês com a morte de seu irmão mais velho (1612). Coroado rei da Inglaterra, da Irlanda e da Escócia (1625), declarou guerra à Espanha (1626), o que levou a um desgastante aumento de impostas para cobertura dos gastos bélicos e a provocar a primeira onde de descontentamento interno com seu governo.

A sua luta pelo poder travada contra o parlamento inglês tornou-se famosa. Ele era um defensor do direito divino dos reis, mas os seus inimigos no parlamento temeram que ele procurasse obter o poder absoluto. Houve uma oposição generalizada a muitas de suas ações, especialmente a imposição de impostos sem o assentimento do Parlamento. A sua política religiosa era extremamente ofensiva para a Teologia Calvinista, e aproximava a Igreja Anglicana do catolicismo romano, para desagrado de muitos de seus súditos. A sua aparente defesa do catolicismo provocou a reação dos protestantes.

Com a reação contrária do Parlamento, este foi dissolvido pelo rei (1629), passando a governar sozinho. Porém a decisão de implantar na Escócia a liturgia anglicana (1640) provocou a insubordinação dos escoceses e o rei resolveu reconvocar o Parlamento a fim de obter recursos e teve que fazer importantes concessões. Com a sublevação na Irlanda (1641), os parlamentares dividiram-se entre contra e partidários do soberano, tornando a guerra civil iminente. Com a derrota e rendição do rei frente aos escoceses em Naseby (1645), o Parlamento inglês não reconheceu mais sua autoridade.

Com sua fuga da Escócia e retorno a Londres, tentou recompor sua autoridade, mas seus seguidores foram derrotados pelos revolucionários comandados por Oliver Cromwell. Acusado de alta traição, o rei foi deposto e decapitado em Whitehall, Londres (1649), e Cromwell assumiu o poder como ditador de uma república, decretando o fim da monarquia. O seu filho Charles II de Inglaterra, depois de 11 anos no exílio, iria restaurar a monarquia (1660).

Ivair Ximenes Lopes by MS MAçom

http://blog.msmacom.com.br

Figura copiada do OFFICIAL WEB SITE ROYAL:
http://www.royal.gov.uk/



Total de leitores: 562. Leitura diária: 1. Total de visitas: 2.971.120
mm

About Ivair Ximenes Lopes. Ivair Ximenes

Deixe seus Comentários

Seu comentário é muito importante. Com ele tomamos iniciativas úteis.


Deixe seus Comentários (rede social)