Atributos de Júpiter (Zeus)

Deus Zeus Júpiter Mitologia

Atributos de Júpiter (Zeus)

Era esposo de Juno, sua irmã. Júpiter tinha por atributos o cetro, o raio e a águia. Corresponde a Zeus na mitologia grega, da qual assimilou numerosas lendas relativas à vida amorosa do pai dos deuses. Além de Juno (Hera), sua esposa legítima, Júpiter manteve união não só com outras deusas, como Métis, deusa da prudência, Têmis, deusa da justiça, Mnemósine, mãe das musas, Deméter, Leto ou Latona, como também com ninfas e mortais, tomando diversas formas: para conquistar Leda, Júpiter (Zeus) transformou-se em cisne; para obter Europa, tomou a forma de um touro; para conseguir Io, adquiriu a aparência de nuvem; para amar Antíope, disfarçou-se em sátiro; para se apossar de Dânae, tomou a forma de uma chuva de ouro; para conquistar Alcmena, Júpiter (Zeus) assumiu o aspecto de seu esposo Anfitrião, que estava na guerra, etc.

A ira de Júpiter (Zeus)

Em virtude da corrupção dos homens, Júpiter (Zeus) resolveu destruí-los com um dilúvio. Somente se salvaram Deucalião e sua esposa Pirra, numa arca. Desembarcaram no Monte Parnaso. E Júpiter formou, então, a nova geração, nascida das pedras que Deucalião e Pirra foram atirando para trás. Do amor de Júpiter e Latona nasceram Diana e Apoio. Da cabeça de Júpiter nasceu Minerva.

Júpiter nas artes e astronomia

Em homenagem ao deus dos deuses, foi dado o nome de Júpiter ao maior dos planetas do Sistema Solar. A figura mitológica de Júpiter serviu de motivo artístico de real importância. A obra-prima da escultura grega é a famosa estátua de “Júpiter Olímpico“, de Fídias; foi considerada uma das maravilhas do mundo. O tema Júpiter e Antíope inspirou os pintores do Renascimento (Correggio, Ticiano e Rafael). Ingres pintou o famoso quadro “Júpiter e Tétis“, existente em Aix. Na mitologia romana, Júpiter, além de incorporar os mitos do Zeus grego, se confunde com Tinia, deus etrusco.

Zeus e o Olimpo

De todos os deuses do Olimpo, Zeus é o que possui maior número de aventuras e figura em episódios lendários de quase todos os outros deuses. Simboliza a grandeza, a pompa, o poder e a onipotência. Júpiter (Zeus) é, sem dúvida, a maior entidade da mitologia clássica.

Outra lição é da existência das três colunas mitológicas, a da Sabedoria, a da Força e a da Beleza.  A Sabedoria é Minerva, a Força é Marte, Ares ou também Hércules. A Beleza por sua vez é Vênus ou Afrodite. Em Astrologia sabedoria é regida por Júpiter, Marte e Vênus já fazem parte dos estudos astrológicos.

Venerável Mestre – assimilado ao planeta Júpiter, (número 6) que no panteão dos deuses babilônicos, simbolizava a sabedoria. Rege a visão, a prosperidade, a misericórdia, a liturgia, o sacerdócio, o mestre e a felicidade.



Total de leitores: 1.087. Leitura diária: 1. Total de visitas: 2.951.121
mm

About Ivair Ximenes Lopes. Ivair Ximenes

Deixe seus Comentários

Seu comentário é muito importante. Com ele tomamos iniciativas úteis.