A Obrigação (IV)

A Obrigação (IV)

Afinal de contas, o único objeto da Obrigação, além de sua função oficial de homens legalmente vinculados ao Ofício, é garantir segredo, não é? E há uma palavra pequena usada frequentemente por Masons que carrega todo o este dentro dele.

Esta palavra é soletrada frequentemente porque é pronunciada, “salve,” mas é corretamente a palavra Anglo-Saxon “hele” (“o inferno” é derivada dele!) E significa “enterrar, ou encobrir”. Se “eu saúdo” isso significa que, no subterrâneo da minha memória, longe do alcance dos profanos, escondo todos os assuntos da minha pousada e todos os segredos do meu irmão.

Muito, talvez, já tenha sido escrito sobre o assunto, mas há ainda outro ângulo do que merece uma palavra. Usamos todas as nossas artes e influências para fazer o membro perceber sua obrigação com o Ofício; Não devemos fazer tanto para fazer o lodge perceber sua obrigação para o membro? Um homem gasta uma soma de dinheiro que às vezes pode poupar para se juntar à Fraternidade; Ele dedica muito tempo para aprender as palestras; Ele é admitido e

Inscrito como membro; E muitas vezes – muito frequentemente – a própria hospedaria não faz uma coisa para explicar a esse homem seu simbolismo ou para instruí-lo em sua história! Isto está certo? Eu não acredito que é.

Creio que cada lodge deve fazer todo o possível para colocar o tipo certo de literatura nas mãos de seus membros; Que ele deve conduzir cursos de palestras e escolas maçônicas; Que deveria incentivar e apoiar as aulas de estudo sempre que possível; Em suma, que deve cumprir plenamente as suas obrigações para com o candidato, como pede ao candidato para fazer por ele.

Maçonaria simbólica , por HL Haywood, [1923], em sacred-texts.com
CAPÍTULO XIV – A OBRIGAÇÃO em I, II, III e IV



Total de leitores: 17. Leitura diária: 1. Total de visitas: 2.929.892
mm

About Ivair Ximenes Lopes. Ivair Ximenes

Deixe seus Comentários

Seu comentário é muito importante. Com ele tomamos iniciativas úteis.