A inquisição

A inquisição

Com o crescimento do cristianismo, substituindo o paganismo. A Igreja Católica, tentou apagar qualquer culto ou veneração aos deuses pagãos como o que existia a Grande Deusa Mãe, desta forma a Igreja Católica começou a investigar as pessoas que se opunham aos seus preceitos e dógmas.

Todos aqueles que eram contra os dogmas católicos na Idade Média, eram condenados por um tribunal inquisitorial, o Tribunal do Santo Ofício da Inquisição foi fundado pelo Papa Gregório IX, foram milhares de pessoas torturas e condenadas, além de diversas perseguições.

Personagens da história como Giordano Bruno, o pai da filosofia moderna, e Joana D’Arc foram mortos pelo Tribunal do Santo Ofício. Galileu Galilei foi perseguido ao afirmar que a terra girava em torno do sol e não o contrário.

Todos os inquisidores eram doutores em Teologia, Direito Canônico e Civil, os mesmo eram encarregador de denunciar todos os hereges.

Certamente, é uma parte da história, que obrigou varias sociedades a viverem no”ocultimo” sob o manto do “obscurantismo”, que traz reflexos em várias sociedades ditas iniciáticas, levou uma certa repulsa que ficou entra todas as partes e chega até os dias de hoje.

Ivair Ximenes

Leia  sobre o : O Mundo Secreto



Total de leitores: 149. Leitura diária: 1. Total de visitas: 2.964.581

About EDITOR

Deixe seus Comentários

Seu comentário é muito importante. Com ele tomamos iniciativas úteis.


  1. Querido Willy.
    Vc está muito equivocado, tanto que o nosso PAPA Jõao Paulo II pediu perdão a todos pela inquisição. Ela existiu sim e matou muitos inocentes. Falo com propriedade pois sou esposo e neto de TEOLOGO, formados pela igreja catolica romana.
    A paz em Cristo !!!

  2. NOSSA!!! QUE ABSURDO!!! A INQUISIÇÃO NÃO FOI NADA DISSO!! SE A INQUISIÇÃO FOSSE ASSIM, ELA CONTRADIRIA A PRÓPRIA IGREJA CATÓLICA, EM SUA DOUTRINA CATÓLICA, QUE TOLERA OUTRAS RELIGIÕES, SÓ NÃO TOLERA QUE SE ABRA TEMPLOS DAS MESMAS, COMO ACONTECEU NA ÉPOCA DA INQUISIÇÃO ESPONHOLA, ALEMÃ, ITALIANA E TODAS AS OUTRAS!!

    SEGUNDO JEAN-CLAUDE DUPOIS, DOUTOR EM INQUISIÇÃO, A INQUISIÇÃO NÃO MATAVA HEREGES, ATÉ PORQUE ISSO NUNCA FOI DA IGREJA CATÓLICA, MAS ELA CONDENAVA QUALQUER CRIMINOSO QUE NÃO SE ARREPENDESSE DE SEU CRIME, CRIME ESSE QUE TIRA A VIDA DE OUTROS, A EXEMPLO DO PSICOPATA! AO HAVER UM PROCESSO JUDICIAL, SENDO QUE O RÉU TINHA DIREITO A UM ADVOGADO, E O JUIZ DESSE A SENTENÇA CONDENANDO A PENA DE MORTE, O RÉU TINHA O DIREITO DE SE ARREPENDER! SE ELE CONTINUASSE EM SEU ERRO E QUISESSE CONTINUAR A COMETER O CRIME DE TIRAR VIDA DE OUTROS, AÍ ELE PEGARIA A PENA DE MORTE PORQUE É PREFERÍVEL SALVAR A VIDA DE MUITOS EM PROL DE UMA (COMO O REI DAVID FEZ, COMO SÃO PEDRO FEZ EM ATO DOS APÓSTOLOS QUANDO O CASAL LESOU A IGREJA…).

    MAS, POR QUE OS CHEFES DE HERESIAS, AQUELES QUE ABRIAM TEMPLOS, ERAM CONDENADOS SE NÃO COMETIAM CRIME ALGUM??? PORQUE COMETIAM O PIOR CRIME DE TODOS, QUE ERA LEVAR OUTROS AO INFERNO JUNTO COM ELE! A HERESIA É, JUSTAMENTE, O QUE NOSSO SENHOR ABOMINOU PORQUE CONDENA AO INFERNO E A IGREJA MÃE NÃO PODERIA DEIXAR QUE SEUS FILHOS FOSSEM AO INFERNO! ELA TEM QUE ZELAR POR ELES. PORQUE ESTE CRIME NÃO É CONTRA A CARNE E SIM CONTRA O ESPÍRITO E NÃO É O CÓDIGO PENAL QUEM DARÁ JEITO! O HERESIARCA TINHA SEU DIREITO DE SE ARREPENDER, COM ADVOGADO E UM JULGAMENTO POR UM JUIZ!

    A MAIOR PROVA QUE A PESSOA PODIA SER HEREGE É QUE SEMPRE EXISTIU JUDEU, MULÇUMANO, PROTESTANTE… NA EUROPA CATÓLICA E POR TODOS OS SÉCULOS QUE ESTA DUROU!

    PROCUREM AUTORES ESPECIALIZADOS NO ASSUNTO! NÃO DEIXEM QUE TE DIGAM O QUE FAZER! VÃO ATRÁS DO CONHECIMENTO! ELES QUEREM QUE A GENTE SEJA ROBÔ, PARA NOS CONTROLAREM, MAS NÓS NÃO SEREMOS, SE FORMOS ATRÁS DO CONHECIMENTO!

    NÃO SEJAM ROBOS!

    FIQUEM COM DEUS E NOSSA SENHORA, VENCEDORA DA HERESIA!

  3. Obrigado pelo post.

    Isso, tudo é uma verdade.

    Hoje em dia temos resquícios vivos, no nosso "processo" inquisitivo, que tem seu fundamento no procedimento adotados na Santa Inquisição.

    Nos dias atuais encontramos muitos reflexões disto tudo.

    È bom nunca esquecer.

    Ximenes

  4. Inquisição tomou tamanha força que mesmo os soberanos e os nobres temiam a perseguição pelo Tribunal e, por isso, eram obrigados a ser condizentes. Até porque, naquela época, o poder da Igreja estava intimamente ligado ao do estado.

    Mais terrível que qualquer episódio da história humana até então, a Inquisição enterrou a Europa sob um milênio de trevas deixando um saldo de incontáveis vítimas de torturas e perseguições que eram condenadas pelos chamados “autos de fé” – ocasião em que é lida a sentença em praça pública.

    Galileu Galilei foi um exemplo bastante famoso da insanidade cristã na Idade Média: ele foi perseguido por afirmar através de suas teorias que a terra girava em torno do sol e não o contrário. Mas, para ele o episódio não teve mais implicações. Já outros como Giordano Bruno, o pai da filosofia moderna, e Joana D’Arc, que afirmava ser uma enviada de Deus para libertar a França e utilizava roupas masculinas, foram mortos pelo Tribunal do Santo Ofício.

    Uma lista de livros proibidos foi publicada, o ”Index Librorum Prohibitorum” através da qual diversos livros foram queimados ou proibidos pela Igreja.

    O Tribunal era bastante rigoroso quanto à condenação. O réu não tinha direito à saber o porquê e nem por quem havia sido condenado, não tinha direito a defesa e bastavam apenas duas testemunhas como prova.

    O pior período da Inquisição foi durante a chamada Inquisição Espanhola (Século XV ao Século XIX). De caráter político, alguns historiadores afirmam que a Inquisição Espanhola foi uma forma que Fernando de Aragão encontrou de perseguir seus opositores, conseguir o poder total sobre os reinos de Castela e Aragão (Espanha) e ainda expulsar os judeus e muçulmanos

    TFA

Deixe seus Comentários (rede social)