A Expansão fora da Itália

A Expansão fora da Itália

A expansão fora do território italiano teve início com as Guerras Púnicas, contra ­Cartago, cidade-estado fenícia localizada ao norte da África, que por volta do século III a.C. dominava o comércio do Mediterrâneo possuindo colônias na Sicilia, Sardenha, Córsega, Espanha e em toda a costa setentrional da África.

Os conflitos entre Roma e Cartago se iniciaram a partir da expansão romana pela Itália meridional. Quando Roma anexou os portos italianos do sul e os interesses de Nápoles e Tarento (colônias gregas rivais de Cartago) se tornaram interesses romanos, a guerra passou a ser inevitável. Era quase certo que Roma, como líder dos gregos ocidentais, iria intervir na luta secular entre sicilianos e cartagineses.

A maior parte da ilha da Sicília era ha­bitada por cartagineses, em luta constante com as colônias gregas ali existentes. Os romanos intervieram nessa luta e uma de suas legiões ocupou a cidade de Messina. Os cartagineses declararam guerra a Roma.

As forças das duas potências eram bas­tante equilibradas, pois o poderio de ambas era sustentado por uma comunidade de cida­dãos e um poderoso exército, apoiado por aliados em caso de guerra.

Nas três Guerras Púnicas (de 264 a.C. a 146 a.C.), os romanos venceram os cartagi­neses, impondo seu domínio na Sicília, Cór­sega e Sardenha, além da Espanha, que só foi totalmente integrada ao império romano após a total submissão dos celtiberos, em 133 a.C. Portugal, por sua vez, caiu sob o domínio romano em 140 a.C., quando os lusitanos, liderados por Viriato, foram vencidos pelas tropas romanas. Parte do norte da África também foi dominada pelos romanos, a partir da queda e destruição de Cartago, em 146 a.C. Todo o Mediterrâneo Ocidental passou para o domínio romano.

Ao mesmo tempo em que estava envol­vida com as Guerras Púnicas, Roma voltou sua atenção para o Mediterrâneo Oriental, onde o império formado por Alexandre Mag­no havia se desagregado.

A Macedônia, aliada a Cartago na Se­gunda Guerra Púnica, foi derrotada em 197 a.C., tornando-se protetorado romano. Poste­riormente, com a revolta dos macedônios, Roma dominou totalmente a região, transfor­mando-a em província romana, em 168 a.C.

A Síria foi vencida em 189 a.C., seguin­do-se depois a conquista da Grécia e da Ásia Menor e o estabelecimento de um protetorado romano no Egito.

Com a conquista da Gália Transalpina, efetivada por Júlio César (51 a.C.), a Roma republicana transformou-se no maior império da Antigüidade.

A Civilização Romana  IX

blog.msmacom.com.br



Total de leitores: 438. Leitura diária: 1. Total de visitas: 2.971.250
mm

About Ivair Ximenes Lopes. Ivair Ximenes

Deixe seus Comentários

Seu comentário é muito importante. Com ele tomamos iniciativas úteis.